Reforma Luterana

                         Reforma Luterana

                  Conheça mais sobre a Igreja Luterana

       e suas doutrinas 

O QUE CREMOS

Ü O lema principal do Luteranismo é: Somente a Escritura, Somente por Graça e Somente pela fé.            Ü A Bíblia é a única fonte de fé e doutrina, pois somente ela pode revelar o verdadeiro Deus Triúno, Pai, Filho (Jesus Cristo) e Espírito Santo. Além disso, cremos, ensinamos e confessamos que a Bíblia é a Palavra de Deus, e tudo o que é necessário para nossa Salvação está revelado nessa Palavra divinamente inspirada pelo Espírito Santo aos profetas, evangelistas e apóstolos (2Tm 3.16).
Ü Somente a Escritura revela que somos salvos por graça. O que é a graça? Graça é o favor de Deus revelado a nós por meio de seu único Filho, Jesus Cristo, que deu sua vida por nós, gratuitamente, sem mérito ou dignidade de nossa parte (Jo 3.16). Foi por causa da separação entre o ser humano e Deus, ocorrida quando o pecado entrou no mundo, por nossos pais Adão e Eva (Gn 3), que Cristo precisou intervir. O pecado condenou todo ser humano à morte, e, ninguém pode se salvar por suas próprias obras. Somente o próprio Filho de Deus, perfeito e sem pecado, poderia morrer no lugar do pecador (1Pe 3.18). Portanto, a obra de Cristo (sua morte e ressurreição) revela o amor de Deus pelo ser humano, salvo unicamente por sua misericordiosa graça.
Ü A única forma do ser humano se apropriar da Salvação é pela fé. A fé é o canal utilizado pelo Espírito Santo para levar o ser humano a crer no Senhor e Salvador Jesus. Como o Espírito Santo faz esse trabalho? Como já dissemos, na Bíblia temos toda revelação necessária para a Salvação. O Espírito Santo, assim, utiliza a Palavra de Deus para chamar o ser humano de volta à comunhão com o Deus verdadeiro. Para isso o Espírito Santo chama, congrega e ilumina.

QUEM SOMOS

HISTÓRICO GERAL:

A Igreja Luterana, tem uma existência de quase 500 anos. O termo Luterano,deve-se ao Dr. Martinho Lutero (1483 - 1546). Se formou Bacharel em Teologia num mosteiro da Ordem dos Agostinianos. Foi monge e professor de Teologia. Em 1512, recebeu o título de Dr em Bíblia. Depois de profundos estudos da Bíblia e dos pais da Igreja (dos 1osséculos após Cristo), percebeu que a Igreja Católica Romana (ICR) ensinava uma Palavra de Deus distorcida em relação ao perdão dos pecados gratuito em Cristo. Em 1517, Ele propôs uma discussão de 95 pontos (teses) de discordância entre o ensino da ICR e o que a Bíblia diz. Isto lhe valeu a excomunhão. É a partir daí que surge o luteranismo. O luteranismo não se baseia em ideias de Lutero, mas, em princípios Bíblicos de interpretação - resgatados por Lutero e outros Teólogos - na compreensão dos primeiros cristãos e apóstolos que conviveram com Jesus. Estes princípios estão no Livro de Concórdia (1580),que é base de interpretação e compreensão da mensagem Bíblica na Igreja Luterana. 

LUTERANISMO BRASILEIRO

O luteranismo no Brasil começou a partir de famílias que vieram da Europa para colonizar o Brasil. Sabendo disso, as Igrejas Luteranas já organizadas em outros países, enviaram missionários para o Brasil, a fim de atender essas famílias. Vindo da Alemanha, o pastor Wilhem Rotermund fundou o Sínodo Riograndense, em 1860. Este Sínodo, mais tarde, em 1968, se tornou a Igreja de Confissão Luterana no Brasil.

Missionários vindos dos EUA, se estabeleceram nas regiões de São Lourenço do Sul e São Pedro do Sul. Ali, em 1904, formaram o 15° Distrito do Sínodo de Missouri. 50 anos depois, foi estabelecida a atual Igreja Evangélica Luterana do Brasil.

No Brasil ainda atuam igrejas luteranas oriundas da Holanda e de outros países da Europa. Muitas trabalham independentes, isto é, sem ligação a uma instituição. 

500 ANOS DE HISTÓRIA, LEVANDO CRISTO ÀS NAÇÕES

Em 2017, a Igreja Luterana completará 500 anos de existência no mundo. Isso é muito significativo, pois a Igreja só existe por vontade do Senhor da Igreja, Jesus Cristo.

A Igreja Luterana quer servir o Brasil com o mais puro Evangelho e Graça, centrada no Senhor Jesus. Queremos servir a você o consolo do perdão dos pecados através de uma vida guiada pelo Espírito Santo, no correto ensino da Palavra de Deus. Não somos uma igreja que quer dar às pessoas aquilo que é passageiro e temporal. Cremos que, como Igreja de Deus atuante no mundo, devemos servir o mundo com aquilo que é eterno: “Creia no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa” (At 16.31).

A DEUS DAMOS GLÓRIA

A DEUS DAMOS GLÓRIA


Estamos celebrando mais um ano de bênçãos como congregação Evangélica Luterana São João. Bênçãos estas que são incontáveis, constantes e santificadoras. Por todas elas devemos render glórias a Deus por seu amor e graça que duram para sempre.

A Deus damos glória por seu grande amor, por termos uma congregação acolhedora, irmãos e irmãs que buscam viver e testemunhar em conformidade com o evangelho de Cristo.

                        A Deus damos glória por todos os batismos, confirmações, casamentos, sepultamentos, por cada culto, estudo bíblico, encontro de departamento, reuniões, congressos. A Deus damos glória por cada olhar, por cada abraço, por toda confissão sincera de pecados, por cada absolvição entregue aos corações dos crentes por graça divina, por toda a Palavra lida e meditada, por cada oferta consagrada ao Senhor, por todo louvor, por cada ceia sagrada recebida e por todas as vezes que saímos protegidos e abençoados com a benção do Senhor.

Por tudo isso a São João celebra dizendo: “A Deus damos glória por seu grande amor”

Com efeito, grandes coisas fez o Senhor por nós; por isso, estamos alegres. Sl 126.3

CELEBRAÇÃO FESTIVA DOS 51 ANOS
14/09/2014 ÀS 9H30
Pregador Pastor Rubens Ogg
Coral Esperança, Cariacica, ES



 

O sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. 1 João 1.7

Estamos vivendo um novo período da Quaresma. Neste ano de 2014, este período iniciou-se na quarta-feira de cinzas (05/03) e vai até o dia 19/04/2010. São 40 dias, sem contar com os domingos, antes da Páscoa.

Quaresma é tempo de reflexão e meditação em torno do grande amor de Deus em favor da humanidade. Tudo aquilo que jamais poderíamos realizar diante do Senhor ele o fez por nós. Neste período o cristão quer se aprofundar ainda mais no conhecimento da obra de Cristo. Temos o privilégio de compreender melhor a gravidade de nossos pecados, através de estudos, cultos nas quartas feiras e nos finais de semana, refletindo sempre: “Porque Jesus teve que morrer por nós na cruz”.

Infelizmente a nossa natureza humana tem sempre nos levado a esquecer o amor de Deus e seus maravilhosos feitos por toda a humanidade. Muitas vezes relutamos em meditar profundamente a paixão e morte de Cristo em nosso favor. O grande objetivo do inimigo é desviar-nos da verdade, tirar do foco do Calvário e nos levar a desfrutar as facilidades do mundo individualista e materialista. Com isso muitas vezes não conseguimos aproveitar o rico período da quaresma.

Somente através do poder da pregação da palavra é que poderemos voltar ao caminho correto, reconhecer nossas faltas, pedir perdão a Deus e ao próximo na certeza de que o sangue de Jesus Cristo purifica todo o pecado.

O período da quaresma é um maravilhoso momento do calendário litúrgico cristão para fortalecermos a nossa fé e combatermos o bom combate até a 2º vinda de Cristo. Nestes quarenta dias lembraremos de 40 anos que o povo passou no deserto. 40 anos sofrendo por não ter sossego, terra e paz.

Hoje, os 40 dias da quaresma nos ajudam a lembrar da nossa triste vida de pecado, corrupção e morte. Mas por outra lado é neste período que recebemos do coração gracioso do Senhor refrigério para nossa alma, descanso, consolo, vida e salvação – pois “o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo o pecado”. E onde há remissão dos pecados, ali também há vida e salvação.

Um feliz e abençoado período da quaresma.

Fraternalmente em Cristo, o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.   Pst Jonas

 

O QUE QUEREMOS SER

O que queremos ser: Uma mulher linda ou uma linda mulher?

Devoção Apresentada por Ires Hubner Moller na Reunião de Servas, Congregação São João.

Pelo contrário, a beleza de você deve estar no coração, pois ela não se perde; ela é a beleza de um espírito calmo e delicado, que tem muito valor para Deus (1 Pe 3.4).

Que se enfeitem com boas ações, como devem fazer as mulheres que dizem que são dedicadas a Deus. (1 Tm 2.10).

Internet, televisão e revistas são meios de comunicação que cada vez mais têm explorado a vaidade humana. É comum perceber que, ao experimentar aquela linda roupa da vitrine, concluímos que no manequim da loja tem um caimento melhor ou que aquele rosto lisinho e sem rugas já não existe mais.

Muitas pessoas se preocupam muito com a aparência. Sofrem com regimes, dietas ou malhação para manter um corpo bonito. A tão buscada beleza exterior parece ser o que caracteriza uma linda mulher. Gastos exorbitantes são feitos com cuidados com a pele, cabelos roupas, joias ... Muitas vezes, isso vira fixação e, ao invés de melhorar a autoestima, só desgasta e prejudica. A pessoa pode até entrar em depressão se não conseguir chegar onde sonhou. Não que a beleza seja pecado ou esteja errado cuidar do corpo. O problema é que a sociedade tem sido cruel quando usa como modelo de bonita a Mulher Photoshop, a mulher retocada por computador.

Percebe-se que o interesse das pessoas por um corpo e rosto perfeitos cresce gradativamente. O grande incentivo da mídia se torna uma arma contra a autoestima de muitas mulheres, as quais passam a sonhar com algo que, na verdade, nada importa perante Deus.

Essa visão precisa mudar. No lugar de uma linda mulher, somos levadas a pensar o outro lado e perguntar o que queremos ser: uma linda mulher, ou uma mulher linda? A mulher linda pode vir a ser uma linda mulher, mas nem toda linda mulher será uma mulher linda, de fato. A mulher linda é diferente porque se constrói de dentro para fora.

Quando a necessidade de entrar nesse padrão de mulher linda se torna obsessão, percebe-se que tudo aquilo que se faz para melhorar o visual nunca resultará em satisfação total, porque o coração estará vazio. Na Bíblia lemos em (Pv 31.30) que: A formosura é uma ilusão, e a beleza acaba, mas a mulher que teme o Senhor Deus será elogiada.Para mantermos a saúde do corpo e da mente, nos sentirmos bem e realizados, devemos realmente ter alguns cuidados especiais e isto   é importante pois, afinal, o corpo é um presente dado por Deus e é o templo do Espírito Santo (1Co 6.19). Porém Deus, em sua Palavra, nos mostra também que nossa preocupação maior não deve ser com a beleza exterior, mas com a interior. Ele diz às mulheres: ...se enfeitem com boas ações, como devem fazer as mulheres que são dedicadas a Deus!.

Você lembra quem é a Miss Brasil deste ano? Quem foi Madre Tereza de Calcutá? Ou Zilda Arns? Aqui estão exemplos de que beleza interior fala mais alto. Eu não me lembro nem do nome e nem de alguma coisa que a Miss Brasil tenha feito até agora. Mas lembro da bondade , do amor e da caridade com que Madre Tereza sempre tratou seus semelhantes. É impossível esquecê-la, mesmo sendo ela uma mulher comum, sem encantos.

Então, se “ o nosso corpo voltará para o pó da terra, de onde veio, e o nosso espírito voltará para Deus, que o deu” (Ec 12.7), para quem devemos nos apresentar perfeitos? Para Deus!

Não gaste seu tempo com futilidades. Uma mulher bonita aos olhos de Deus é aquela que tem e vê na sua vida um propósito e uma presença abençoadora. Pode ser uma mulher simples, ou de grande projeção social, mas que têm em comum a presença de Jesus em sua vidas e não se esquecem de que Cristo veio ao mundo para servir e salvar a humanidade. Ele nos quer preparados para cumprir a missão de espalhar o seu amor ao mundo; quer que estudemos, fortaleçamos nossa fé e repartamos a Sua beleza com as pessoas e principalmente que amemos como ele nos amou. A vaidade, o orgulho e a mesquinhez nos afastam das pessoas, mas o amor, a humildade e a dedicação àqueles que necessitam de nós nos tornam lindas aos olhos de Deus. Por isso, vamos começar a nos enfeitar agora, com a ajuda de Deus, praticando ações que glorifiquem seu santo nome, servindo e mostrando a salvação em Cristo a todos.. Podemos buscar constantemente a renovação de nossos encantos na Palavra de Deus, em uma vida de comunhão na família e na igreja, unidas a outras mulheres lindas, cristãs.

 

REFERÊNCIA: “Elas Falam de Deus”, Organização: Equipe Hora Luterana. São Paulo: Associação Religiosa Imprensa da Fé, 2013.

SEMANA DA PÁTRIA

 

MENSAGEM DA DIRETORIA NACIONAL

 

“Feliz a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança.”

 Salmo 33.12

 

Estamos mais uma vez comemorando a Semana da Pátria. Semana em que meditamos de forma especial sobre o nosso querido Brasil - país tão próspero, rico em todos os sentidos, com muitas riquezas naturais tais como água, minérios, vegetais, terras férteis. País habitado por um povo que não tem vocação para guerra. Enfim, um país maravilhoso para se viver.

Por outro lado, o Brasil também é o país das desigualdades sociais, da má distribuição das riquezas, da corrupção, dos impostos injustos, das leis absurdas, da impunidade. É o país da falta de segurança, da falta de saúde, da falta de educação. É o país que não valoriza o idoso, pois a cada ano achata ainda mais a sua aposentadoria, o que caracteriza uma das maiores injustiças do mundo.

Enfim, o Brasil é o país dos contrastes, com muita riqueza e, ao mesmo tempo, com muita pobreza. O salmista afirma que é “feliz a nação cujo Deus é o Senhor” (Salmo 33.12). Sabemos, pela revelação bíblica, que Deus é o Criador e Mantenedor de todo o universo, portanto, ele é o Senhor de todos os países. Mas o que o salmista está dizendo é que é feliz o país onde este Deus é conhecido, onde as pessoas confiam nele, onde as pessoas vivem de acordo com a vontade dele. Esta é uma nação feliz porque pode contar com as bênçãos dos céus e os atributos de Deus são também os atributos das pessoas que compõem a nação: amor, paz, justiça, prosperidade, etc. E o resultado disso se manifestará na qualidade de vida da nação.

Verifica-se aí o privilégio e a responsabilidade dos cristãos. Eles podem, e devem, pelo seu testemunho individual e coletivo, tornar conhecido este Deus que em seu Filho, Jesus Cristo, se mostra amoroso e misericordioso para todas das pessoas, de todas as nações e de todos os tempos. Deus que quer que todas as pessoas tenham vida em abundância aqui neste mundo e vida plena na eternidade. Assim, podem contribuir para que a sua nação seja muito mais feliz.

Neste tempo de protestos em nosso país, que são legítimos, reflitamos sobre o que estamos fazendo para que o Deus verdadeiro – Pai, Filho e Espírito Santo -  seja o Senhor do nosso Brasil. E sejamos agradecidos por todas as bênçãos que o bondoso Deus tem nos dado em nossa nação e através da nossa nação.

Pr. Geraldo Walmir Schüler
2º Vice-Presidente IELB